Raquete de beach tennis e sua características

cuidados-com-raquete-de-beach-tennis

De acordo com as regras da Federação Internacional de Tênis (ITF), a raquete não pode ultrapassar 50 centímetros de comprimento, medidos desde o limite inferior do cabo até a extremidade da cabeça da raquete. Além disso, a largura deve ser de até 30 centímetros, e a espessura, de 26 milímetros. A variação no comprimento é geralmente refletida no tamanho do cabo. Nesse contexto, as opções se dividem entre “cabo curto” e “cabo longo”.

A primeira oferece maior facilidade de manuseio, o que amplia o controle e a precisão nos golpes. Porém, é importante ponderar que há uma perda de alcance, dificultando a rebatida de bolas mais distantes. Por outro lado, jogadores que optam pelo “cabo longo” ganham em alcance e potência, embora manusear a raquete seja mais desafiador.

Atualmente, a confecção das raquetes envolve materiais como fibra de vidro, grafite, carbono, kevlar, goma EVA e foam rubber. A combinação da flexibilidade e peso desses materiais determina tanto o controle quanto a velocidade da bola.

Lista das melhores raquetes de beach tennis.

No circuito mundial, raquetes costumam pesar entre 360 e 400 gramas para jogadores de alto nível. Já para iniciantes e jogadores de nível intermediário, recomenda-se o uso de raquetes mais leves, situando-se entre 330 e 350 gramas.

No que diz respeito aos furos presentes nas raquetes, mais furos resultam em uma raquete mais leve e de manejo mais fácil, mas isso pode diminuir a precisão e a estabilidade. Essa opção é adequada para partidas em locais ventosos. Em contrapartida, raquetes com menos furos podem ser um pouco mais difíceis de manusear, porém proporcionam um impacto mais uniforme, favorecendo a precisão nos toques.

Tabela de Peso e Medida da Raquete

Nível de Jogador Peso da Raquete (gramas) Comprimento do Cabo
Mínimo Máximo
Nível Mundial 360 400 Cabo Curto ou Longo
Iniciante / Médio 330 350 Cabo Curto ou Longo

RAQUETES DE BEACH TENNIS PODEM SER DIVIDIDAS EM 3 PARTES:

1 – FRAME

A estrutura da raquete, chamada de frame, é o tubo que contorna toda a borda e o cabo da raquete. Essa parte é semelhante à estrutura de uma raquete de tênis e, geralmente, possui uma cavidade interna.

O frame pode ser confeccionado a partir de diversos materiais, cada um com suas características próprias:

  • Fibra de Vidro: Esse material é mais flexível, conferindo à raquete uma sensação mais suave, porém com menor durabilidade ao longo do tempo.
  • Fibra de Vidro com Carbono: Uma combinação desses materiais é utilizada para criar um equilíbrio entre flexibilidade e resistência, resultando em uma raquete intermediária.
  • Fibra de Carbono: A fibra de carbono é um material mais rígido, proporcionando mais potência nos golpes e maior resistência ao desgaste.

Kevlar: Embora raramente utilizado, o Kevlar também pode ser empregado na confecção do frame. No entanto, ele é menos comum devido às suas propriedades específicas.

A escolha do material do frame afeta diretamente o desempenho da raquete, influenciando fatores como a sensação ao toque, a potência dos golpes e a durabilidade do equipamento. Portanto, ao selecionar uma raquete, é essencial considerar o tipo de material do frame que melhor se adapta ao seu estilo de jogo e preferências.

2-FACE

A parte frontal da raquete, conhecida como face, desempenha um papel crucial no desempenho do equipamento. Geralmente, ela é construída com três camadas de fibras, sendo duas camadas finas de fibra de vidro que contribuem para a estrutura e uma terceira camada que desempenha um papel fundamental ao determinar o tipo e a qualidade da raquete.

Diversos materiais podem ser utilizados na construção da face da raquete:

  • Fibra de Vidro: Esse material, por ser mais flexível, confere uma sensação suave à raquete, embora com menor durabilidade ao longo do tempo.
  • Fibra de Carbono: Esse material é mais rígido e menos flexível, resultando em mais potência e maior resistência. Há diversos tipos de carbono disponíveis, sendo os mais comuns 1K, 3K, 12K e 18K, onde o “K” representa a quantidade de microfilamentos de carbono por fio. Quanto maior o número de K, mais rígido, durável e caro é o carbono. Uma raquete mais rígida oferece maior controle, mas também pode causar maior impacto no braço, aumentando o risco de lesões.
  • Kevlar/Carbono: Essa combinação proporciona mais controle, absorve vibrações e impactos devido à sua característica mais suave. Além disso, preserva melhor o braço e tem alta durabilidade. O Kevlar é um material amplamente utilizado em coletes à prova de balas e blindagem de carros devido à sua capacidade de absorver impactos.

A escolha do material da face da raquete impacta diretamente a sensação ao toque, o controle, a potência e a durabilidade. É importante selecionar um material que se alinhe ao seu estilo de jogo e necessidades pessoais, considerando os aspectos de flexibilidade, potência e impacto no braço.

3 – ESPUMA DE EVA

A espuma de EVA é um elemento essencial nas raquetes de beach tennis, apresentando duas características cruciais:

  1. Alta Resiliência: Essa propriedade permite que a espuma seja comprimida repetidamente e retorne à sua forma original. Isso é fundamental para garantir que a raquete mantenha sua sensação e desempenho ao longo do tempo.
  2. Aditivos Anti-UV: A incorporação desses aditivos confere maior resistência ao sol, evitando que a espuma contraia e resseque. Isso é de extrema importância para assegurar a durabilidade da raquete, especialmente quando exposta a condições climáticas desafiadoras.

Contrariamente ao que muitos afirmam, a cor da espuma de EVA não exerce influência sobre sua qualidade. A qualidade está intrinsicamente ligada ao fabricante e não à coloração escolhida. A cor preta é frequentemente preferida, não por razões de qualidade, mas devido ao fato de o pigmento preto ser mais econômico.

Geralmente, três diferentes níveis de dureza de EVA são empregados:

  1. Macio: Tipicamente encontrado em raquetes de menor qualidade, esse tipo de EVA é menos duradouro e oferece desempenho inferior.
  2. Médio: Conhecido também como “soft”, esse tipo é amplamente adotado pelos fabricantes de raquetes. Ele proporciona uma combinação equilibrada entre potência e controle, sendo uma escolha popular entre os jogadores.
  3. Mais Duro: Em algumas ocasiões, é a preferência de atletas profissionais, oferecendo menos potência, mas mais controle. Para obter o melhor resultado, é crucial atingir o centro da raquete ao acertar a bola.

A escolha da dureza do EVA depende do estilo de jogo e das preferências individuais do jogador, levando em consideração o equilíbrio desejado entre potência e controle.

Características que Influenciam no Desempenho da Raquete:

Furos:

  • Quanto mais furos, mais potência e menos controle.
  • Os furos têm pouca influência aerodinâmica, visto que os movimentos são realizados em baixa velocidade e, frequentemente, a raquete é usada com o perfil do frame e não com o perfil frontal.
  • Raquetes com mais furos no centro podem ter menor durabilidade, uma vez que reduzem a resistência mecânica da face.

Espessura:

  • Normalmente, as raquetes têm espessura entre 19 e 23 mm, podendo variar de 18 a 26 mm.
  • Raquetes mais finas tendem a proporcionar mais controle e menos potência.
  • Raquetes mais espessas oferecem maior potência e menos controle.

Peso:

  • Raquetes mais pesadas conferem mais potência, contudo, quando excessivamente pesadas, podem ocasionar contusões nos braços e articulações.
  • Raquetes mais leves geralmente garantem mais controle.
  • Peso ideal das raquetes:
    • Adultos não profissionais: entre 310 e 335 g.
    • Infanto juvenil (9 a 12 anos): peso máximo de 310 g.
    • Crianças (7 a 9 anos): peso máximo de 280 g.

Balance: As raquetes podem ter o peso distribuído de três maneiras na raquete:

  • Peso na cabeça: gera mais potência na batida e menos controle. Pode sobrecarregar a musculatura do braço e articulações. Ideal para jogadores mais agressivos.
  • Peso no cabo: proporciona mais controle e menos potência, porém maior agilidade, especialmente em jogadas próximas à rede.
  • Peso no centro: equilibra controle e potência.

Resinas:

  • Normalmente, são utilizados dois tipos de resinas, epóxi e poliuretano, que conferem características distintas à raquete.
  • As resinas epóxi possuem maior resistência e adesão, sendo mais caras.
  • O epóxi costuma ser empregado na laminação das fibras, enquanto o poliuretano é utilizado no acabamento.
  • A qualidade das resinas pode influenciar no desempenho da raquete.

Tratamento (Sand Grit): Esse processo envolve a aplicação de material abrasivo na face da raquete, como areia ou pó de quartzo. Isso aumenta o atrito na face da raquete, proporcionando mais controle nos toques e maior rotação na bola, resultando em mais efeito, especialmente no saque e no smash.

O tratamento é particularmente valioso em dias de garoa, chuva ou quadras molhadas, pois dificulta que a bola molhada escorregue na face da raquete. O tamanho dos grãos impacta na jogada. Grãos maiores geram mais atrito e maior rotação na bola, amplificando o efeito. Diferentes tipos de grãos possuem escalas variadas de granulometria, cada tamanho influencia o peso da raquete e o atrito.

  • Granulometria mais fina: acréscimo de aproximadamente 4 a 7g.
  • Granulometria fina: acréscimo de 6 a 8g.
  • Granulometria média: acréscimo de 8 a 10g.
  • Granulometria grossa: acréscimo de 10 a 15g (recomendada para jogadores avançados).

Independente de ser carbono 3K, 12K ou 15K, a fibra de carbono é um material que, apesar de leve, é muito rígido. Por isso, é amplamente utilizado em equipamentos esportivos de alta performance.

A principal contribuição das raquetes em carbono é a precisão dos golpes e o controle que oferecem sobre a bola no momento do contato com a raquete.

Vale a pena destacar que as raquetes em carbono proporcionam uma sensação de batida mais seca e requerem mais esforço do braço do jogador, se comparadas a materiais como a fibra de vidro ou o kevlar.

Dessa forma, essas raquetes são recomendadas para jogadores que já possuem uma grande potência nos braços e conseguem acelerar naturalmente a bola, precisando, por outro lado, de uma raquete que permita maior retenção da bola – criando um equilíbrio entre potência e controle. Além disso, são ideais para jogadores com um estilo mais defensivo e focados na construção de jogadas, exigindo maior precisão tanto na defesa quanto no desenvolvimento dos pontos.

Sobre as variações do carbono – 3K, 12K e 15K – o “K” representa a quantidade de filamentos presentes em cada placa de carbono usada na raquete. 3K representa três mil filamentos, 12K equivalem a doze mil e 15K equivalem a quinze mil filamentos.

Como cuidar da sua raquete de beach tennis?

Cuide da sua raquete de beach tennis

Para manter a durabilidade da sua raquete, algumas precauções são necessárias: evite expô-la ao sol direto; não a mergulhe por mais de 5 segundos; não a guarde enquanto estiver molhada; se ficou molhada, permita que seque à sombra; após secar, armazene-a em uma raqueteira térmica, se possível; utilize um pano úmido para limpá-la, pois produtos químicos podem danificar o material; substitua o overgrip regularmente para manter o cabo confortável durante o uso.

No caso das raquetes que foram tratadas com pó de quartzo, é importante evitar o atrito com outras raquetes ou objetos sólidos, pois isso pode afetar o tratamento. Por essa razão, é altamente recomendado o uso de uma capa desde o momento da aquisição da raquete.

Conclusão

Embora alguns jogadores possam sentir maior firmeza com um tipo ou maior conforto com outro, as diferenças entre eles são sutis. O ponto chave é que todas essas composições são rígidas e contribuem para controle e precisão, independentemente da quantidade de filamentos.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
Tags
4 Raquetes de Beach Tennis com melhor custo-benefício altura da rede beach tennis Aprimorando o saque no Beach Tennis: Dicas e Exercícios As 4 Melhores Raquetes Beach Tennis Shark beach-tennis-para-grávida beach tenis e a terceira idade Beach Tennis: Lista completo do que usar Beach tennis e futevôlei beach tennis emagrece? beach tennis e pilates beach tennis e tenis tradicional beach tennis para idosos benefícios em jogar beach tennis categorias do beach tenns como escolher a melhor raquete para beach tennis Como Jogar Beach Tennis Como jogar beach tennis iniciante Day use beach tennis: Como funciona? Desvendando Mistérios do Beach Tennis: Dicas Preciosas para uma Combinação Eficiente de Saques Dicas essenciais para iniciantes no Beach Tennis Drills beach tennis Escolhendo a Melhor Raquete para Iniciantes Estratégias poderosas para aprimorar suas Curtas no Beach Tennis história do beach tennis hérnia de disco e beach tennis Investimento e Lucratividade de quadra de beach tennis lesões no joelho medidas da quadra de beach tennis o que se usa no beach tennis padel e beach tennis pontuação beach tennis Principais Fundamentos do Beach Tennis Principais Regras e Torneios Qual melhor raquete de beach tennis fibra de vidro ou carbono Ranking Melhores Jogadores de Beach Tennis Raquete beach tennis carbono 3k e12k: Qual a melhor? Raquete Beach Tennis Kevlar Raquete camewin é boa? RAQUETE DE BEACH TENNIS SPEKTRO 6.0 BT raquete de fibra de carbono raquetes 3k beach tennis Raquetes mais cara e mais vendida de beach tennis Regras beach tennis saque beach tennis saque no beach tennis